O jejum intermitente é uma novidade que vem ganhando cada vez mais destaque. A questão, é que muitas pessoas não sabem como ele pode, de fato, ajudar a emagrecer. Abaixo, vamos citar alguns pontos muito importantes do jejum intermitente para quem quer perder peso. Confira:

 

Jejum Intermitente Depois De Ingerir Alimentos

 

1 – Enxergar o jejum intermitente como uma forma de complementar a reeducação alimentar. De nada adianta você começar a fazer o jejum, se não desapegou de alimentos industrializados, de carboidrato simples, de frituras, biscoito recheado, e coisas do tipo.

Se você for tentar fazer um jejum intermitente depois de ingerir alimentos como pizza, por exemplo, a tendência é sentir muita fraqueza e fome, impedindo que o seu organismo entre em um processo chamado de cetoadaptaçaão. Quando começamos um jejum, o nosso corpo inicia o processo de queima de gordura. Essa, por sua vez, se transforma em corpos cetônicos, que é a energia que a falta de carboidrato causa.

  • Quando a pessoa come carboidratos por um longo período de tempo, o seu corpo se esquece de como queimar gordura, e passa a não produzir mais as substâncias energéticas.

É por isso que, antes de começar com o jejum intermitente, é necessário saber como fazer jejum intermitente  e com que o organismo se acostume novamente com alimentos saudáveis para que o corpo aprenda novamente a queimar gordura e a produzir os corpos cetônicos.

 

Para Quem O Jejum Intermitente é Indicado

 

2 – O jejum intermitente não é indicado para crianças, pois a necessidade calórica delas é bem maior, uma vez que elas estão em fase de crescimento. Atletas de alta performance também não devem fazer o jejum intermitente, pois a sua necessidade calórica também é muito grande.

Além desses dois grupos: crianças e atletas de alta performance, os diabéticos também merecem cuidado, pois eles usam medicamentos que diminuem o índice de glicose. Dessa forma, se o indivíduo estiver em jejum intermitente, e tomar algum medicamento hipoglicêmico, ele poderá sentir-se tonto e até desmaiar. Nesse caso, o jejum intermitente deve ser feito somente por uma recomendação médica.

jejum intermitente

3 – O jejum intermitente proporciona novas descobertas. Com a produção dos corpos cetônicos, uma energia extra é gerada para o cérebro. Além do mais, quando uma pessoa dorme de jejum, ela tende a ter uma noite de sono melhor, pois o seu organismo passa a produzir mais GH, que são os hormônios da juventude e do crescimento, e também mais testosterona. Em virtude disso, o indivíduo sente mais disposição por causa dos hormônios.

 

O Poder do Jejum Intermitente

 

4 – A melhor maneira de começar um jejum intermitente é procurando por um nutricionista. No entanto, ainda é difícil encontrar no Brasil um nutricionista ou nutrólogo que utilize o jejum intermitente. Embora seja uma prática errada, a maior parte dos profissionais dessa área ainda orientam os pacientes a se alimentarem a cada 3 horas.

Dessa forma, é importante encontrar um profissional que entenda os benefícios do jejum intermitente, para que ele possa orientar o paciente da melhor forma.

Todo início é difícil, e com o jejum intermitente não seria diferente. Por isso, é preciso ter muita disciplina. Em pouco tempo, você se conhecerá melhor, e o seu corpo não sentirá mais aquela fome compulsiva do início, desde que você passe a se alimentar de forma saudável, com alimentos nutritivos de verdade.