LOgIQ

LOgIQ é um teste de aptidão ao raciocínio diretamente derivado de diversas formas experimentais que foram estudadas na Universidade de Lausanne (Suíça). A idéia original foi do trabalho de diploma de M. Guyot , aperfeiçoada depois por O. Richina.

A forma atual é composta de 20 itens que foram selecionados em função de suas qualidades psicométricas particulares e de um tempo de aplicação razoável.

LOgIQ é um verdadeiro teste de desempenho no sentido que se o tempo não é limitado, algumas restrições informáticas devem incitar as pessoas a responder ao teste a seguir e acabar as respostas em menos de duas horas, o que é largamente suficiente para resolver todos os problemas, ou abandonar a tarefa por causa do cansaço ou do aborrecimento.

Os resultados neste teste são duplos: O número de respostas exatas e o tempo são padronizados para distinguir pelo menos 4 categorias de pessoas:

•  Os eficazes, rápidos e capazes de resolver a maioria dos problemas.

•  Os ineficazes (para este tipo de tarefa, evidentemente), que erram muito e respondem devagar.

•  As pessoas que raciocinam bem, mas devagar, que fazem poucos erros mas necessitam de mais de uma hora para acabar o teste

•  As pessoas apressadas ou distraídas que trabalham rapidamente e fazem vários erros.

Este teste, construído de forma clássica, ainda se encontra em uma fase de desenvolvimento e esperamos obter com a ajuda dos utilizadores um número de dados suficientes para precisar melhor que tipo de avaliação pode ser obtida.

Os escores brutos são padronizados em unidades mais conhecidas:

•  Escores G idênticos aos dos testes de atitudes (média= 50, desvio padrão = 20);

• Stanine (nove categorias estandardizadas, média = 5 e desvio padrão = 2, o que corresponde aos escores G arredondados a um algarismo)

•  Unidade de Q.I. do tipo Wechsler (média = 100 e desvio padrão = 15).

 

CRITERIOS DE CONFIABILIDADE

A versão original de Richina e Fernandez possui coeficientes alfa muito interessantes. Para esta versão ainda não dispomos de dados suficientes para concluirmos os estudos de validade e fidedignidade.

UTILIZAÇÃO

Uma amostra base de 500 pessoas seria suficiente para elaborar uma padronização brasileira e calcular os primeiros índices de fidedignidade.

Este teste é muito interessante, mas não pode ser utilizado como a maioria dos testes de aptidões tradicionais. De nosso lado “acompanhamos” a aplicação para explicar as instruções e para ver em seguida como o respondente se comporta. Se trata de um teste verdadeiramente “clínico” pois é possível perceber como as pessoas gerenciam o tempo, calculam, refletem, etc...

 

O resultado final não é talvez o essencial, mas quando, sem nenhuma ajuda, é superior à média, indica um QI suficientemente bom para evoluir eficientemente no ambiente profissional.

Por enquanto o teste pode ser utilizado para hierarquizar grupos de indivíduos (erro sistêmico) e para avaliar de forma intuitiva um sujeito.

Nossa proposta é que as pessoas interessadas em colaborar no desenvolvimento de um instrumento de raciocínio informatizado e que utiliza também o critério do tempo nos ajudem nesta tarefa.

Clique para acessar a Formação Online do LOgIQ

Moityca Eficiência Empresarial Ltda.

Estrada do Itajurú, nº566 - Itanhangá - RJ
Fone: +55 21 3215-6355
contato@moityca.com.br