Algo que muitas pessoas não suportam, por incomodar muito e deixar a aparência de descuidada, são os cravos.

São parecidos com espinhas. Porém, podem aparecer em orelhas, nariz, testa e queixo, pequenos e com pontos pretos.

Geralmente, os cravos se formam em peles oleosas. Mas podem também surgir em outros tipos pele. Para comprar um de qualidade Blogs recomendam sites oficiais de vendas na internet como a Descontos de Hoje, que parece entregar produtos em vários países.

Como Eles se Formam? 

Os principais motivos que levam à formação de cravos são: quando as glândulas da pele formam uma quantidade excessiva de sebo e sujeira. E também quando os poros ficam entupidos, por conta de sebos externos, causados por maquiagens e cosméticos.

Você sabia que um rosto pode ter em torno de 300.000 cravos? Muitas vezes, não é possível vê-los. E o mais interessante é que, dentro de cada um deles, possui folículos capilares.

São esses folículos os responsáveis pela produção de sebo, uma gordura que evita o ressecamento da pele.

As raízes dos pelos e as glândulas sebáceas se localizam nesses folículos. Sendo assim, quando o sebo tem contato com um folículo, deixando-o entupido, a glândula irá trabalhar normalmente, produzindo sebo. Porém, o sebo fica preso lá dentro, transformando-se em cravo.

A dor é realmente uma coisa muito chata. Mas, mesmo assim, é importante remover, pois em muitos casos podem até inflamar.

Tipos de Cravos 

O mais comum que conhecemos é o cravo com pontinho preto. Mas existem também outros tipos, que talvez não conheçamos bem. São eles:

Cravos pretos: são os cravos onde o sebo fica entupido com um folículo capilar, ou seja, o sebo endurece, escurece e forma uma tampa para o folículo.

Com isso, ele é conhecido como cravo aberto, pois o poro não está fechado por pele, e sim pelo sebo.

Cravos brancos:  já os cravos brancos são conhecidos como cravos fechados, pois seu processo acontece quando o poro fica entupido pela própria queratina da pele.

Isso acontece devido ao fato de alguns poros podem serem mais estreitos que outros. Sendo assim, a glândula sebácea continua produzindo sebo, mas eles não conseguem sair do poro, então formam o cravo branco.

Mas também há situações como: puberdade, gravidez, poros dilatados, ressecamento da pele e genética, que permitem ocorrer com mais frequência.

Em casos de gravidez, isso ocorre muitas vezes pelo aumento da oleosidade da pele, devido aos hormônios, gerando cravos.

Em casos de genética, o corpo produz uma quantidade significativa de sebo. Em excesso, ele também dá origem à cravos.

É importante lavar diariamente o rosto, para reduzir a oleosidade e a produção de sebo. Também existem alguns cremes e pomadas próprios para cravos, encontrados em farmácia, e que ajudam muito. Você também pode usar o Aparelho Extrator Removedor de Cravos – Profundo, para extrair cravos em casa sem o menor esforço, e ficar com a pele limpa de verdade.